Vergonha de voltar a treinar? Vamos conversar!

A vergonha de voltar a treinar atrapalha. O problema não é simples, é verdade, mas a solução pode estar mais perto que você imagina! Bora 🚴🏾‍♀️🚴🏾‍♀️🚴🏾‍♀️

🥇A vergonha não é sua!

Quando falo de triatlo, as pessoas esperam muito mais por isso…

Do que por isso aqui, que no caso seria bem eu.

Então… Se tivesse que terminar essa conversa por aqui, diria que a vergonha acontece quando a gente tenta satisfazer as expectativas dos outros. Algo impossível de conseguir porque nada nunca está bom para todos, fazendo com que muitas de nós tenhamos vergonha de quem somos. Há quem diga que o problema não é nada demais, é só uma vergonha né. O problema é que esse sentimento pode até mesmo nos impedir de voltar a treinar.

Por isso entenda que você não tem culpa se o mundo espera que para treinar existe a roupa, o cabelo, a idade, a conta bancária e o tipo de corpo certo. Se as pessoas não conseguem imaginar triatletas, corredoras e montanhistas diversos, a culpa (((e a vergonha))) não é nossa. Isso me ajudou a perceber que nem toda vergonha a gente precisa levar para casa e chamar de amiguinha. A gente carrega no coração os quilômetros que percorremos. O resto não nos pertence.

Isso nem sempre é fácil, mas (((por enquanto))) deixa essa parte para daqui a pouco.

🥈Na dúvida, triunfe.

Sabe aquela época do ano que a gente começa a pensar em voltar a treinar e faz mil promessas. Afinal, vem chegando o verão 🍹🍹🍹 um calor no coração! Eu não sei vocês, mas a primeira coisa que fiz foi comprar um lindo maiô (porque na piscina a gente tem de usar maiô) todo colorido. Além de óculos, touca e chinela combinando, só falta a toalha amarelo limão. E não foi para os outros me aprovarem, mas porque é assim que me sinto bem.

voltar a treinar

Agora imagina a cena: você toda linda atravessando aquele ginásio de uma ponta a outra, toda rainha, um pé depois do outro. Sendo que até o esmalte combina com as ravaianas. Pode me dizer qualquer coisa, mas voltar a treinar com a roupa certa faz toda a diferença. E não estou falando de uma roupinha toda trabalhada no profissionalismo e na tendência, mas de um guarda-roupa que funcione para o que você quer fazer e que seja bonito, confortável. E o mais importante, que te deixe de bom humor e confiante.

🥉Voltar a treinar é ter paciência!

Quando a gente fala de triatlo, a imaginação das pessoas não consegue ir muito longe. Elas imaginam que todo mundo começa do fim, tem todos os equipamentos e já nasceu pronto. Que ninguém primeiro anda para depois começar a correr. \ou seja, percebeu que deixei o mais importante pro começo e pro fim né.

Sei que falei da roupinha com muito entusiasmo porém o que movimenta a roupa é a cabeça. Para desfilar triunfal no meio do ginásio sem se importar com a opinião alheia você precisa estar com a cabeça no lugar. E grande parte disso tem a ver com compreender e aceitar que todo mundo começa do começo.

A resposta é simples, roupa e equipamento não nadam, pedalam e correm sozinhos.

Lembre-se que até ultramaratonistas andam. Uma verdade para 60% dos corredores nos 250K do Atacama Crossing, que dá uma média de 40K durante 6 dias. Então não tenha vergonha de andar antes de correr, de andar de bicicleta de passeio antes de pegar uma fixa ou de chegar para a primeira aula de natação sem o condicionamento de quem está ali todos os dias.

Vergonha é não ter a humildade de começar.

Bons treinos!

Imagem: Jonathan Borba on Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like