Como lidar com a ansiedade reconhecendo seus limites

Lidar com a ansiedade é confuso. Muitos sabem o que fazer porém olocar isso em prática é outra coisa. Se você está nesse grupo, benvinda ao clube. Porque via de regra é mais fácil falar do que fazer. Reconhecer seus limites pode ser o início desta jornada.

Lembra de quando a vida parecida normal? Agora a gente simplesmente não tem descanso. Ou seja, não estou falando de lidar com o tédio. Do trauma de ficar confinado. Mas algo mais urgente, uma crise quando a não sabe o que fazer e dizer, para a gente mesma ou quem a gente ama.

Quero antes de tudo dizer que sou simpática à você. Por isso pedirei algo que parece muito complicado quando o assunto é lidar com a ansiedade. Quero que você acredite. Certamente não dá para fazer de uma hora para outra. Porém tentar é essencial mesmo sem a certeza de que vi dar certo. E tudo bem.

Tenha esperança

esperança
Esperança é necessária

Não estou falando de querer conversar com unicórnios para lidar com a ansiedade. Mas de fazer da esperança como algo que você pode experimentar. Em outras palavras, perceba que não falo de um otimismo que cega diante dos problemas, dos heróis de cinema tem param um asteróide com um palito de dentes.

Estou falando de uma esperança que nos coloca em posição de olhar para as coisas como elas são e avaliar o que pode ser feito. Por exemplo, se você tiver vontade de correr, é a esperança de que pode ser bom que vai te fazer se perguntar o que pode ser feito. Numa crise de ansiedade é a esperança que vai te fazer ter em mente que vai passar.

Reconheça seus limites para lidar com a ansiedade

Deixe que eu viva a minha vida
em voz alta.

Viver a vida em voz alta parece muito inspirador. Só que a gente sabe muito bem que a ansiedade emudece. O que fazer naquela reunião em que todo mundo espera que você fale?

Nesse sentido gosto muito da ideia de usar as adversidades para aprender e nesse caso, o silêncio pode se tornar uma ferramenta para lidar com a ansiedade. Utilize esses momentos para entender o que você não consegue controlar e o que pode mudar.

Reconheça seus limites. Assim você se concentra na sua potência. Talvez você não possa correr uma maratona amanhã, mas pode tentar andar seus bons 15 minutos.

Abrace suas potências

fun
Toca aqui!

Dessa maneira a gente consegue até pensar nas pequenas coisas que podem ser feitas para lidar com a ansiedade, um dia após o outro. Não tenha medo de parecer vulnerável por exemplo. Esses são exemplos pequenininhos mas podem ser o começo de algo maior.

Pare por um minuto e entenda o quanto de coragem e precisamos ´para reconhecer que as coisas não estão bem. Você não precisa ser forte a todo momento e tudo bem.

Antes de correr a gente anda.

E isso pode ser muito bom.


Imagens – Pexels e Giphy

Você fala e a gente escuta