Dia mundial do rim: no ano que vem, quero ver #SeuRimBem

Rim, esse é o assunto e vamos direto ao ponto. A data acabaou perdendo espaço no noticiário por causa do corona vírus, da quarentena. Mas a Doênça Renal Crônica (DRC) continua bem perto, como um inimigo silencioso, alerta a Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Você dever ser como eu, talvez não saiba que o Dia Mundial do Rim é comemorado no dia 14 de março. Eu também não sabia até ter que me preocurar real e oficial com isso. Quando falei sobre um Plano Detox de Emergência, parecia té inocente, mas não me excluí fora dessa. Na realidade acabei me “inspirando” numa dor do cramulhão que tem me perseguido a alguns meses e escolheu a quarentena para colar nesse corpinho. Olha que delícia.

Isso não é uma praga e muito menos uma reclação. E eu podia estar deitada, mas tou aqui pedindo para você cuidar dos seus rins. Não é moralismo sabe, é porque realmente não gostaria que você passasse por uma dor igual estou passando agora. E só de teimosia, por não acreditar que beber água e comer menos sal realmente fazem a diferença. Caramba, e como fazem.

Mas eu estava no meu castelinho, achando que havia nascido com rins superpoderosos. Acontece que. “em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não há sintomas ou são poucos e inespecíficos. Por isto, o diagnóstico pode ocorrer tardiamente, quando o funcionamento dos rins já está bastante comprometido, muitas vezes em estágio muito avançado, quando é necessário tratamento de diálise ou transplante renal. “. De novo, o aviso vem dos nefrologistas.

Queremos ver #SeuRimBem

#SeuRimBem é um convite para que você deseje um lindo Dia Mundial do Rim para quem você ama. Ame seu rim e conte sua estória. Essa é a minha.

Sempre tive uma relação complciada com o hábito de beber água. Simplesmente não bebia, embora visse minha mãe beber muito e sempre me dizer que tinha (e tem) a pele muito boa por causa disso. Não fui diágnóstica da com DRC mas como convivi a vida inteira com uma dorzinha nas costas… Conheço bem sua natureza. E tenho medo.

O que descobri sobre meu rim é que…

Não falar sobre o rim não ajuda 🙄

Na realidade nem deveria estar escrevendo, mas não falar sobre os rins não vai fazer com que a dor passe. É uma dor que não espera, só grrita dentro da gente. Naa real, parar de comer sal não deu resultados para mim e por isso vou adotar uma dieta de frutas antes de ir para o médico, coisa que quero fazer na última hipótese por causa da quarentena.

Refri é não bom 🧐

O negrologista Pietro Manuel Ferraro publicou no Jornal Clínico da Sociedade Americana de Nefrologia um estudo onde foram acompanhadas 194.095 pessoas acompanhadas por 8 anos. Quem consumiu uma ou mais doses de refrigerante ou bebidas adocicadas por dia teve aumentado em 23% os riscos de desenvolver pedras nos rins, comparados a quem não. Você pode substituir o refri por água. Olha só;

Remédio para dor, também não 😰

Tentei de tudo. Até andar por meia hora bem devagar para ver se passa. Estava tomando remédios mas… Como vou saber se o Plano Detox e a dieta de frutas está fazendo algum efeito? Posso garantir que ficar sem tomar analgésicos não é legal, mas a dor está me ajudando como um termômetro. Se dor muito até o final da semana, adeus quarentena. Vou para o médico. Mas o motivo não é só esse. Esses remedinhos tem sal e sal para os rins é não bom. Pelo menos seu uso sem orientação.

No que vem, estaremos aqui 😎

Prevenir ainda é o melhor remédio. E ano que vem quero falar de novo sobre o Dia Mundial do Rim. Lebrando que os pacientes com DRC fazem parte do grupo de risco para o corona vírus. Para fazer o tratamento, os “pacientes só devem ser acompanhados em situações extremamente necessárias e não devem apresentar sintomas de gripe ou resfriado”.

Eu ouvi um amém?


Imagem destacada: Nappy.

Você fala e a gente escuta